sábado, 8 de março de 2014

Paizinho Baio, O Cangaceiro Desconhecido



                                                        

                                                              Historiador Antonio Vilela


          Paizinho Baio, O Cangaceiro Desconhecido

- Então, temos aí “O incrível mundo do cangaço vol. 1” lançado em 2006 que já está em sua 4ª edição saindo mais uma fornada este mês. E o lançamento que estou divulgando aqui no Cariri “O incrível mundo do cangaço vol. 2”. É diferenciado, pois estou apresentando volantes e cangaceiros desconhecidos. Por exemplo, um que foi citado pelo seu conterrâneo Optato Gueiros em sua obra “Lampeão, memórias de um oficial de volantes” “o Paizinho Baio”. Optato o considerou o Lampião do agreste e eu precisava saber quem foi este homem. Paizinho Baio era natural de Brejão de Santa Cruz, distrito de Garanhuns hoje emancipado como Brejão.


Visitando estas cidades por sorte ou ironia do destino eu consegui localizar parentes do Paizinho Baio. Como sabemos não é tarefa fácil são poucas pessoas com capacidade de aceitar e admitir que o parente foi um criminoso... Quer mais coincidência? Descobri que o meu vizinho era neto do Paizinho, me refiro a seu "Nezinho Baio" que me prestou grandes informações sobre ele e sua família. Então graças a este amigo ampliei meu trabalho. Hoje quando colegas de pesquisa ouvem falar sobre este cangaceiro ou sobre os militares Caçula e José Jardim lembram-se de Vilela.
Por Antonio Vilela

12 comentários:

  1. Respostas
    1. Ele era meu tio avô ( acho que é assim ) irmão do pai do meu avô ( Marco Aleixo de Barros )

      Excluir
    2. Ele era meu tio avô ( acho que é assim ) irmão do pai do meu avô ( Marco Aleixo de Barros )

      Excluir
  2. Boa tarde

    Meu nome é Maria de Fatima, e estou curisosa sobre uma familia da cidade, gostaria de saber se você pode me ajudar a ter notícias, eles eram da fezenda janjão, nome do fazendeiro, que tinha 3 filhos, uma chamada edite, e mais dois meninos, e ocorre que um dos filhos engravidou a empregada, que teve uma menina mais ou menos em 1956, tendo a mãe falecido no parto, essa menina foi criada por essa família, seu nome é Vivina, e ela tem mais 3 irmãos biologicos, 2 meninos (Nivaldo e Severino, que moarva no recife) e 1 menina (eu), se vc puder ajudar, e queria saber da minha irmã, como está, e se possível, também dos meus irmãos.

    aguardo resposta e agradeço desde já

    ResponderExcluir
  3. Bianca, nunca ouvi falar na Fazenda Janjão, tem certeza que é aqui em Brejão?

    ResponderExcluir
  4. Ananias eu fui pra fazenda muito pequena ainda fazenda Antônio Barbosa ajudei a cria os filhos de Maria de lurdes

    ResponderExcluir
  5. Ananias eu fui pra fazenda muito pequena ainda fazenda Antônio Barbosa ajudei a cria os filhos de Maria de lurdes

    ResponderExcluir
  6. Essa família e dos morais, você vai ter mas detalhes deles com jurandir Morais e esse se encontra fácil em brejao. Espero ter ajudado.

    ResponderExcluir